A ÁGUA DISTRIBUIDA PELA INDAQUA MATOSINHOS NÃO PRECISA DE FILTROS OU TRATAMENTO

Os Selos de Qualidade da água atribuídos pela Entidade Reguladora do Setor e os resultados das análises efetuadas diariamente pela INDAQUA, confirmam que a água da torneira tem qualidade e por isso não necessita de sistemas de tratamento doméstico de água.

No entanto, tem-se verificado nos últimos tempos que algumas empresas tentam comercializar "purificadores de água” tentando assim convencer os consumidores da necessidade de tratamento ou filtragem adicional da água da torneira.
Entre outros tipos de abordagem comercial, os vendedores destes equipamentos fazem a eletrólise da água da torneira, na qual os sais minerais e compostos que existem na água são separados através da corrente elétrica, acumulando-se nos elétrodos colocados dentro da água.

O resultado final deste ensaio tem um aspeto sujo que assusta os consumidores da água da rede pública, levando-os a pensar, erradamente, que a água é de má qualidade.

Na verdade, os "purificadores” recorrem ao tratamento por osmose inversa, eliminando os sais minerais dissolvidos na água, transformando uma água mineralizada e equilibrada em água destilada, equivalente a água da chuva e adequada, por exemplo, ao ferro de engomar ou a algumas baterias de automóvel.

A INDAQUA reafirma que não há necessidade de efetuar tratamentos adicionais à água da rede pública de abastecimento e aconselha os consumidores a informarem-se junto da INDAQUA e das autoridades de saúde antes de adquirirem estes equipamentos.

Exija a apresentação da identificação das visitas para alegados testes à qualidade da água da torneira. 

Consulte os resultados da qualidade da água da INDAQUA em:
www.indaquamatosinhos.pt/pt/qualidade-da-agua/pcqa/

Resultados INDAQUA Matosinhos 2018
10.527.106 m3 de água distribuída
444 amostras colhidas
2.903 análises realizadas
99,9% de resultados conformes
voltar
Seara.com